Home
 
  Apresentação | Sobre a Doença | Calendário de Aulas | Esclarecimentos Pais e Educadores | Rotina de Insulinização | Conduta em Hipoglicemia  
 
             
 
ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS
       
               
               
|
|
|
|
   
   
 
O Diabetes Mellitus (DM) é um dos principais problemas atuais de saúde pública no mundo e atinge, hoje, cerca de 246 milhões de
 
 
pessoas em todo o mundo, afetando cerca de 5,9% da população adulta mundial e sendo responsável por 3,8 milhões de mortes no
 
 
mundo. Estima-se que no ano de 2025 a doença acometa cerca de 380 milhões, se medidas preventivas não forem tomadas. No Brasil,
 
 
Cerca de 10 milhões no Brasil. A previsão é de que este número aumentará de 25 a 50 % no decorrer dos próximos anos devido, entre
 
 
outras causas, à longevidade progressiva da população.
 
     
 
Existem diferentes formas de diabetes, sendo as mais conhecidas o diabetes mellitus tipo 1 (DM1, antigamente conhecido como
 
 
diabetes mellitus insulino-dependente ou de início juvenil) e tipo 2 (DM2, antigamente conhecido como diabetes mellitus não insulino-
 
 
dependente ou de início adulto).
 
     
 
O diagnóstico de DM1 geralmente ocorre antes dos 30 anos, enquanto o tipo 2 surge, principalmente após esta idade.
 
     
 
Em Porto Alegre, de cada 100 pessoas, entre 30 a 69 anos, aproximadamente 9 apresentam a doença, sendo a segunda cidade com
 
 
maior freqüência de indivíduos com diabetes no país.
 
     
 
Em relação ao diabetes na infância e na adolescência, DM1, acredita-se que sejam diagnosticados 65 mil novos casos a cada ano e a
 
 
freqüência de casos nos EUA é de 1,93 por 1000, dos 5 aos 17 anos. Extrapolando-se estes dados, pode-se dizer que existam em torno
 
 
de 9000 crianças e adolescentes com esta patologia, no Rio Grande do Sul.
 
     
 
Já a incidência (número de casos novos que surgem por ano ) varia bastante no mundo inteiro.
 
     
Nos EUA é de 9,4 e, no Brasil, a estimativa é de 7,8 casos/100.000 pessoas com menos de 20 anos de idade. Na cidade de Passo Fundo
no Rio Grande do Sul a incidência é de 12,4 casos/100.000. Como esta faixa etária responde, em nosso país, por aproximadamente 40%
da população, presume-se que ocorram em torno de 312 novos casos por ano, no Rio Grande do Sul.
     
     
 
Contato / Localização Mapa do Site
facebook.com/icdrs Curta a página
 
         
Marcação de consulta:
  - Ambulatório: (51) 3341.4511 / 3357.2697  
  - Hospital-Dia: (51) 3357.2698
 
© 2017 - Instituto da Criança com Diabetes - todos os direitos reservados
Rua Álvares Cabral, 529 - Cristo Redentor - CEP: 91350-250 - Porto Alegre / RS
Fone: (51) 3362.7371   |   e-mail: icd@ghc.com.br   |   facebook.com/icdrs